Manual traz orientações para escrever a redação do Enem

Cartilha do Participante – Redação no Enem 2017 já está disponível no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). As regras para a redação não foram alteradas em relação ao ano passado, mas o manual deste ano foi aprimorado para tornar a metodologia de avaliação da redação mais transparente, segundo o Inep. Também está mais evidente o que se espera do participante em cada uma das competências avaliadas. O manual divulgado nesta segunda-feira (16) detalha todas as competências avaliadas e explica quais critérios serão utilizados nas correções dos textos. O guia também traz oito redações que obtiveram pontuação máxima no Enem 2016, com comentários.

Neste ano, a prova do Enem será realizada em dois domingos. A redação será no primeiro, no dia 5 de novembro, junto com as provas de linguagens, códigos e ciências humanas. No dia 12 de novembro será a vez das provas de ciências da natureza e matemática. O exame será aplicado em 1.724 municípios, para 6.731.203 inscritos. Com informações da Agência Brasil.

Anúncios

ENEM: espelho da redação de 2015 é liberado

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 já podem conferir on-line o espelho da correção da redação. O tema foi A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira. As provas de redação foram avaliadas em uma escala de zero a mil pontos. “O tema permitiu aos participantes debater um assunto muito significativo para a luta da mulher brasileira”, disse a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Maria Inês Fini.

Dos 5.631.606 textos corrigidos, 104 obtiveram nota mil. Outros 53.032 foram anulados e receberam nota zero. Fugir do tema, desrespeitar direitos humanos e escrever em uma tipologia diferente da solicitada estão entre os motivos que levaram à anulação.

O espelho fica disponível exclusivamente para vista pedagógica. Os participantes podem saber qual foi o resultado em cada uma das cinco competências avaliadas e comparar o desempenho com o dos demais participantes daquela edição do exame. “Mostrar aos participantes a avaliação de seu desempenho, seguindo os critérios estabelecidos, faz cumprir uma das funções mais nobres da avaliação, que é a retroalimentação do processo de desenvolvimento individual”, afirmou Maria Inês.

Veja dicas para prova de redação da UnB

Professor Rafael Riemma

As provas para o 2º vestibular 2013 da Universidade de Brasília (UnB) serão realizadas nos dias 8 e 9 de junho. E para quem precisa de dicas para a prova de redação, o blog de educação Edson Machado conversou com o professor Rafael Riemma, coordenador de Português do colégio Galois, em Brasília. “Como a prova da UnB é temática, a primeira dica é ler todas as questões com bastante atenção e buscar ideias que possam ser usadas no texto”, afirma o professor.

Riemma destaca ainda a importância de selecionar elementos concretos, mesmo quando é proposto um tema abstrato. “É fundamental ser objetivo no desenvolvimento da redação. Induzir a diferentes interpretações pode ser perigoso”, ressalta.

Prestar atenção na estrutura da redação também é importante. “Lembre-se sempre que o texto deve ter introdução, desenvolvimento e síntese. Uma sugestão é usar um tópico frasal logo no início do parágrafo, para servir de base para o desenvolvimento das ideias. É como se ele puxasse o assunto por meio de uma afirmação ou uma questão apontada pelo autor. Por fim, uma dica simples, mas sempre útil, é evitar o uso do pronome na primeira pessoa”, conclui o especialista.

Veja a prova de redação do 1ª vestibular de 2013 da UnB

O blog Edson Machado acompanhou o primeiro dia do 1º vestibular de 2013 da Universidade de Brasília (UnB). Veja o comentário do professor Paulo Perez, do Galois, sobre a prova de redação:

A prova de redação teve como tema “Delação Premiada”. O candidato, diante deste tema de atualidades, deveria argumentar sobre o sistema que caracteriza as trocas: “O toma lá dá cá”, suas consequências e sobre os valores éticos envolvidos no acordo de delação premiada.

A prova exigiu do candidato conhecimento da conjuntura política e social de fatos recentes do país. A problemática girou em torno da seguinte questão: socialmente, em nome de um interesse coletivo, deve-se beneficiar um criminoso em troca de informações que permitam a punição de um grupo maior de criminosos?

Clique na imagem:

 

Redação UnB

 

Vestibular da UnB

Dicas para a prova de redação

O vestibular da Universidade de Brasília (UnB) será realizado nos dias 12 e 13 de janeiro de 2013. O professor de português Rafael Riemma, do colégio Galois, considera que a redação é uma das maiores preocupações para os candidatos. O medo se explica porque a prova tem muita importância e peso considerável na aprovação do candidato, já que desde 2012, a redação tem caráter classificatório, ou seja, será calculada com as outras provas e afeta a nota final.

Rafael explica que os temas cobrados pela instituição tendem a ser muito subjetivos, e que a argumentação fica prejudicada se o aluno não souber se posicionar de forma mais concreta sobre o assunto cobrado. Já que não dá para escolher o tema sobre o qual se quer falar, o jeito é utilizar os textos da prova para sustentar a argumentação. “A prova da UnB é temática. Então tudo o que estiver nas questões ao longo do exame pode ser uma ferramenta importante para o candidato resolver a redação. O ideal é ler o tema da redação antes de resolver a prova, mas deixar para escrevê-la por último. Assim, o aluno vai acumulando argumentos possíveis para fazer uma boa dissertação”, recomenda o professor.

Confira outras dicas que o professor Rafael Riemma selecionou para você se dar bem na redação da UnB:

Atenha-se aos textos da coletânea oferecida na prova
A dificuldade de argumentar com ideias fortes e concisas é uma das maiores reclamações dos candidatos. O segredo está em buscar nos textos da prova informações que contribuam com a redação. A coletânea de textos é um norte para o candidato organizar a tese que vai elaborar.

Deixe claro a ideia que vai defender
Não importa qual gênero for, o candidato precisa ter certeza sobre o que está escrevendo. Todo texto tem um tema principal, que é desenvolvido por meio de subtemas correlatos. A dificuldade na hora de selecionar temas e subtemas é que, no desenvolvimento do texto, você pode acabar fugindo do tema cobrado. Por isso, a sugestão é fazer um roteiro de seu texto antes de começá-lo. E, principalmente, seguir o planejado.

Concisão é importante. Resumir demais pode ser fatal
Em um texto que não pode passar das 30 linhas, é importante o candidato se ater às ideias mais importantes e impactantes do tema exigido. A estrutura é simples: um parágrafro de introdução, dois ou três de desenvolvimento, um de conclusão. O tópico frasal é uma estrutura impactante  abre com um resumo sintético e rápido a ideia do parágrafo. Mas use o estilo moderadamente. Frases curtas devem ser intercaladas com frases um pouco maiores, para dar maior ritmo ao seu texto e prender a atenção do leitor.

A língua é uma aliada: use-a bem
A prova da UnB normalmente exige o padrão culto da língua. Isso significa que não dá para utilizar expressões e estruturas usadas na internet ou empregadas na oralidade. Verificar a regência dos verbos é dica primordial: se no dia-a-dia você diz “essa é a menina que gosto”, na redação a estrutura está errada. Quem gosta, gosta de alguém. Por isso, o correto a dizer é: “essa é a menina de que (ou de quem) gosto”. Pontuação correta também é uma exigência. Na dúvida, ponha um ponto final e recomece a ideia numa nova frase.

Argumentação é impessoal e sem exageros
Expressões como “eu acho”, “eu penso”, “eu avalio” devem ser descartadas, a não ser que o enunciado da redação peça assim. A argumentação deve ser impessoal e, por isso, além da partícula “-se” de indeterminação do sujeito, a voz passiva é uma boa aliada (desde que usada com equilíbrio). Um texto apaixonado demais, cheio de marcas de emoção e exclamações pode parecer piegas. Procure um tom moderado e analítico antes de escrever. Considere que para toda tese existe uma antítese, e ela deve estar também no seu texto.

E o título?
Segundo o edital do vestibular, o uso do título é facultativo. Assim, o aluno pode simplesmente começar a desenvolver a ideia na primeira linha — e não na linha da margem — da folha de respostas sem nenhum prejuízo. Mas, se você optar por colocar título, obedeça as normas oficiais: ele deve aparecer centralizado, com apenas a inicial em maíusculo (a não ser que haja um nome-próprio no meio da oração), e sem pontuação. Não precisa sublinhar, saltar linha ou fazer qualquer coisa que o destaque ainda mais: o padrão de título já confere a essa estrutura o destaque necessário. Como a redação só pode ter 30 linhas, a recomendação é a de que, dando um nome para o texto, em vez de 30, você terá apenas 29 linhas para desenvolver a ideia.

Fonte: Eu Estudante/Correio Braziliense

MEC divulga resultado do Enem 2011 por escolas

Notas da redação foram desprezadas para o cálculo da média geral

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta quinta-feira (22) o resultado do Enem 2011 por escola. Dentre as 20 melhores, sete delas estão no Estado de São Paulo. O primeiro lugar nacional foi para o Colégio Objetivo Integrado, de São Paulo, que obteve média geral 737,152.

Apenas uma escola da rede pública aparece no ranking das 20 melhores. É o Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa, com nota 704,285.

Veja as 20 melhores segundo Enem por Escola 2011

Escola Cidade Estado Nota Rede
OBJETIVO COLÉGIO INTEGRADO SAO PAULO SP 737,15 Privada
COLEGIO ELITE VALE DO ACO IPATINGA MG 718,88 Privada
COLEGIO BERNOULLI – UNIDADE LOURDES BELO HORIZONTE MG 718,18 Privada
VERTICE COLEGIO UNID II SAO PAULO SP 714,99 Privada
COLEGIO ARI DE SA CAVALCANTE FORTALEZA CE 710,54 Privada
INST DOM BARRETO TERESINA PI 707,07 Privada
INTEGRADO DE MOGI DAS CRUZES OBJETIVO COLEGIO MOGI DAS CRUZES SP 706,12 Privada
COL DE APLICACAO DA UFV – COLUNI VICOSA MG 704,28 Federal
COLEGIO SANTO ANTONIO BELO HORIZONTE MG 702,31 Privada
COL DE SAO BENTO RIO DE JANEIRO RJ 702,16 Privada
COLEGIO HELYOS FEIRA DE SANTANA BA 694,59 Privada
OBJETIVO JUNIOR COLEGIO TAUBATE SP 693,47 Privada
COLEGIO SANTO AGOSTINHO BELO HORIZONTE MG 690,56 Privada
COLEGIO MAGNUM AGOSTINIANO – NOVA FLORESTA BELO HORIZONTE MG 689,17 Privada
MOBILE COLEGIO SAO PAULO SP 687,25 Privada
COLEGIO POSITIVO – ENSINO MEDIO – SEDE CURITIBA PR 686,55 Privada
COLEGIO BANDEIRANTES SAO PAULO SP 686,42 Privada
COLEGIO SAO JOAO BATISTA NOVA FRIBURGO NOVA FRIBURGO RJ 686,1 Privada
COLEGIO MOTIVO – UNIDADE II RECIFE PE 685,89 Privada
ETAPA COLEGIO VALINHOS SP 685,25 Privada

Fonte: MEC

No Distrito Federal, os três primeiros colocados foram o Olimpo (média 675,0833 – 42 alunos fizeram o exame), o Podion (média 656, 8434 – 19 alunos fizeram o exame) e o Galois (média 651,475 – 128 alunos fizeram o exame), sendo que todas são instituições privadas.

Este ano, segundo o MEC, as notas da redação foram desprezadas para o cálculo da média geral. “Tivemos a maior média da Redação do Distrito Federal com 701, 09. É uma pena esta nota não ter sido computada”, afirmou Rafael Riemma, professor do colégio Galois.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, recomendou cautela na comparação do desempenho dos colégios e lembrou que algumas escolas selecionam seus alunos. Segundo ele, é importante levar em conta o número de estudantes da instituição que fizeram o exame. “As escolas com melhor desempenho são colégios com poucos alunos, de tempo integral, que selecionam os alunos [que a frequentam]”, afirmou o ministro.

Veja no UOL a lista com os resultados de todas as escolas.

Ministério da Educação lança manual sobre redação do Enem

Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) lançou o manual A Redação no Enem 2012 – Guia do Participante com informações sobre critérios de avaliação da redação do exame. O guia vai orientar estudantes sobre como se preparar para a prova, que será aplicada nos dias 3 e 4 de novembro. “O guia vai trazer tudo que o aluno precisa saber sobre o que os avaliadores vão considerar para dar nota [na redação]. O estudante vai saber exatamente em que pode perder pontos e qual a estratégia para ter o melhor desempenho possível”, disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante (foto).

 

Das 3.700 redações que receberam nota máxima (mil pontos) no Enem 2011, seis foram selecionadas e aparecem no guia com comentários. De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Cláudio Costa, os autores das redações selecionadas “desenvolveram o tema de acordo com as exigências do texto dissertativo-argumentativo” e demonstraram “domínio da norma culta de língua escrita”.

Segundo o ministro da Educação, o número de avaliadores de redação será ampliado em 40% para o Enem 2012. Dois professores avaliarão o desempenho dos alunos, que podem receber de zero a 200 pontos para cada uma das cinco competências (domínio da norma padrão da língua portuguesa; compreensão e desenvolvimento do tema utilizando várias áreas do conhecimento; construção e defesa de um ponto de vista; construção de argumentação e proposta de intervenção para o problema, respeitando os direitos humanos).

Havendo divergências acima de 80 pontos em qualquer uma das competências, a prova será corrigida por um terceiro avaliador. Caso ainda persista a divergência de notas, uma banca composta por três professores dará a nota final do participante. Até o exame anterior, a margem para discordância era 300 pontos. Mercadante afirmou que os alunos terão acesso às redações corrigidas para fins pedagógicos. “É mais uma contribuição para darmos total transparência ao Enem”, disse. Entretanto, não poderão ser usadas como base para recurso junto à organização da prova.

Elaborado pelo Inep, em conjunto com especialistas em língua portuguesa, o guia tem inicialmente a tiragem de 1,7 milhão de cópias, que serão distribuídas a todas escolas públicas do país na segunda quinzena de setembro. O Ministério também vai disponibilizar edições em braille e na forma ampliada para pessoas com déficit de visão. A versão online já está disponível na página eletrônica do Inep.

O MEC também divulgou que será publicado hoje (31) edital no valor de R$ 2 milhões para convocar instituições de ensino superior para fazer estudos e pesquisas relacionados às provas aplicadas. Os 5,8 milhões de candidatos da próxima edição do Enem, número recorde de inscritos, farão o exame em 140 mil salas de 1.600 municípios do país.

Veja como será corrigida a redação do Enem 2012

As inscrições para a edição de 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seguem até o dia 15 de junho. Para os inscritos pagantes a taxa é de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) que deverá ser paga por meio de GRU simples (boleto), gerado no ato de inscrição. O boleto pode ser reimpresso durante todo o período de inscrições, e deve ser pago até o dia 20/6/2012. Caso contrário, a inscrição não será efetivada.

A redação será corrigida por dois especialistas, de forma independente, sem que um conheça a nota atribuída pelo outro. Cada corretor atribuirá uma nota entre 0 (zero) e 200 (duzentos) pontos para cada uma das cinco competências totalizando 1000 (mil) pontos. A nota final corresponde à média aritmética simples das notas atribuídas pelos dois corretores. Caso ocorra uma diferença de 200 pontos ou mais entre as duas notas totais (numa escala de 0 a 1000) ou se a diferença de suas notas em qualquer uma das competências for superior a oitenta (80) pontos (numa escala de 0 a 200), a redação passará por uma terceira correção. A nota atribuída pelo terceiro corretor substitui a nota dos demais corretores. Caso o terceiro corretor apresente discrepância com os outros dois corretores, haverá novo recurso de ofício e a redação será corrigida por uma banca composta por três corretores que atribuirá a nota final ao participante.

Na página do Enem na internet o candidato pode fazer a inscrição e seguir, passo a passo, todo o procedimento e o calendário relativos ao exame.

%d blogueiros gostam disto: