Como escolher a escola do seu filho

foto reprodução

Escolher a escola do filho não é uma tarefa fácil. É uma decisão importante e envolve vários fatores, como método de ensino, afinidade, espaço físico, preparação dos professores, entre outros. É preciso ter em mente que a criança vai passar muito tempo na escola e a maior parte do seu convívio social virá deste espaço. Por isso, um ambiente seguro, que ofereça um canal de comunicação aberto para que os pais acompanhem o desenvolvimento da criança é fundamental. “O alinhamento entre o discurso de casa e da escola é muito importante. Observar a proposta pedagógica, bem como a formação dos professores, também são caminhos importantes a seguir”, orienta a professora Selma Maquine Barbosa, coordenadora do curso de pedagogia, do Centro Universitário IESB. A maneira como o aluno será avaliado e o clima da escola também são fatores que devem influenciar na hora da decisão. “É importante verificar se o colégio promove o bem-estar, se há aulas de reforço, disciplinas complementares,  atividades extraclasses, se a instituição está atenta à saúde e segurança do seu filho, acessibilidade, transparência nos custos… tudo isso influencia na hora da decisão”, ressalta a especialista. Para conhecer esses critérios, a dica é realizar visitas a escola, conversar com outros pais e estudantes e questionar até não restar nenhuma dúvida.

Marta Sateles Aquino passou por essa experiência. Mãe do estudante Matheus, em 2014 ela estava à procura de uma nova instituição para o filho, que cursa o 1º ano fundamental. “Buscava uma escola forte com proposta pedagógica séria, mas também onde meu filho fosse muito bem acolhido e encontrei”, contou ela, que acabou matriculando o filho no Le Petit Galois. “Eles têm um programa que me chamou atenção, o Vivendo e Aprendendo. Gostei da proposta”, afirma Marta.

Anúncios

UnB Idiomas com matrículas abertas

 

O programa UnB Idiomas informa que está com matrículas abertas e recebe inscrições até 23 de agosto. Ao todo, são 13 idiomas ofertados, nos quatro campi da Universidade de Brasília e no Setor Comercial Sul. A taxa do teste de nivelamento é de R$ 35. As aulas começam a partir de 28 de agosto.

Mais informações: http://www.unbidiomas.unb.br/

UnB realiza inscrições para simpósio internacional de saúde

14803686795_f9faf2f2d1_z-2

De 11 a 13 de março, a Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília organiza o I Simpósio Internacional de Práticas Integrativas e Complementares Baseadas em Evidências (I SIPIC-UnB). A atividade, com início às 8h, contará com palestrantes nacionais e internacionais. Mais informações: http://fs.unb.br/sipic/

Foto: Murilo Abreu

Selecionados no Sisu podem fazer matrícula a partir de hoje

Os aprovados para as mais de 205 mil vagas ofertadas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) devem ficar atentos ao prazo de matrícula, que começa a partir de hoje (30/1) e continua até terça-feira (3/2). O candidato deverá verificar, na instituição em que foi aprovado, o local, horário e os procedimentos para a matrícula.

O Sisu seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, o Sisu oferece 205.514 vagas em 5.631 cursos, em 128 instituições. O sistema registrou quase 2,8 milhões de inscritos.

Aqueles que não foram selecionados na primeira opção de curso poderão aderir à lista de espera do sistema. Para isso, deverão acessar o boletim pessoal na página do Sisu e clicar no botão correspondente à participação na lista. O prazo de adesão vai até 6 de fevereiro.

Mais informações e consulta de resultados no site do Sisu.

info_enemFonte: Agência Brasil

 

 

ProUni: primeira edição de 2015 terá inscrições abertas no dia 26 de janeiro

As inscrições para a primeira edição de 2015 do Programa Universidade para Todos (ProUni) serão abertas no dia 26 de janeiro e segue até as 23h59 do dia 29. De acordo com as regras estabelecidas em edital publicado nesta-segunda-feira, 5/01, o processo prevê uma única etapa de inscrições, exclusivamente pela internet. O programa terá duas chamadas on-line. A primeira em 2 de fevereiro e a segunda em 19 de fevereiro, ambas na página do programa na internet. Para fazer a inscrição, o candidato deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. Não pode ter tirado nota zero na redação. No momento da inscrição, será necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem e o Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Criado pelo governo federal em 2004 e institucionalizado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005, o ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior que ofereçam cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Podem fazer a inscrição os egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular, estes na condição de bolsistas integrais da própria escola.

Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Estão dispensados dos requisitos de renda os professores da rede pública em efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Eles concorrem exclusivamente a bolsas para cursos de licenciatura.

O cronograma e demais procedimentos relativos ao processo seletivo deste primeiro semestre constam do Edital nº 2/2015 da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação, publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 5. O processo seletivo do ProUni é regulamentado pela Portaria Normativa nº 1/2015 do MEC, publicada na mesma edição do DOU. As inscrições devem ser feitas na página do ProUni na internet.

Ministério da Educação disciplina uso simultâneo de ProUni e Fies

O Ministério da Educação disciplinou o uso simultâneo de recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). Um estudante só poderá usar os dois programas quando tiver bolsa parcial do ProUni e o complemento do Fies for para o mesmo curso e na mesma instituição de ensino superior. A determinação está em portaria publicada na edição de hoje (29) do Diário Oficial da União. São considerados uso simultâneo dos benefícios os seguintes casos: ocupação de bolsa integral do ProUni e de utilização do Fies; ocupação de bolsa parcial do ProUni e de utilização de financiamento do Fies para cursos ou instituições de ensino superior distintos; ocupação de bolsa parcial do ProUni e de utilização de financiamento do Fies para mesmo curso e mesma instituição, se a soma do percentual da bolsa e do financiamento resultar em valor superior ao encargo educacional com desconto.

O estudante que não se enquadrar nas normas poderá optar por um dos programas, e também será permitido transferir o financiamento do Fies para o mesmo curso onde tem a bolsa parcial do ProUni e vice-versa.

Alunos do Galois são premiados na 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática

Em Brasília, dois alunos do Colégio Galois foram premiados na 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Daniel Salles Leite (7º ano) conquistou medalha de prata e Danilo Marinho Fernandes (9º ano) medalha de bronze. “Estou muito feliz. Vejo como resultado simbólico de muito esforço e dedicação. Sempre gostei de matemática e tive a chance de ser ainda mais estimulado no colégio Galois, onde os professores sempre nos orientam a ir além”, comemorou Daniel, de apenas 12 anos.

A competição, realizada em três fases, contou este ano com a participação de mais de 564 mil estudantes de todo o pais. Ao todo foram 266 premiados, sendo 79 do nível 1 (6º e 7º anos do ensino fundamental), 74 do nível 2 (8º e 9º anos do ensino fundamental), 63 do nível 3 (ensino médio) e 50 estudantes do nível universitário. “A OBM é uma competição realizada desde 1979, sendo uma das mais tradicionais do país. Sem dúvida este ótimo resultado mostra o quanto nossos alunos estão empenhados”, avalia Rodrigo Vaz Costa, professor de matemática da instituição.

Para Danilo Marinho, 15 anos, estar entre os primeiros colocados no meio de tantos que participaram da competição é uma grande vitória. “É sempre bom ver o quanto estamos aprendendo na sala de aula. Uma conquista importante para o currículo, que também serve como referência e estímulo para outras competições, inclusive internacionais”, afirmou Danilo, que além de ganhar medalha de bronze na OBM, também levou este ano medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Feira Capital Estudante em Brasília

FCE 10

A 3ª edição da Feira Capital Estudante segue até amanhã, sexta-feira, 31/10, no Pátio Brasil Shopping, das 9h às 20h. Com o objetivo de estimular o aprendizado e o desenvolvimento dos estudantes, o evento disponibiliza diversas oportunidades de aprimoramento e planejamento profissional reunindo, em um só lugar, informações sobre graduação, pós-graduação, intercâmbio, cursos técnicos e de idiomas, concursos públicos e mercado de trabalho.


Para isso, a Feira Capital Estudante conta esse ano com 50 expositores entre instituições acadêmicas, cursos técnico-profissionalizantes, entidades governamentais financiadoras de estudos e projetos, entre outros. Empresas preparatórias para concursos públicos e vestibulares também participam do evento orientando sobre as oportunidades de ingresso nas carreiras públicas e as opções profissionais da atualidade, tanto para jovens que buscam o primeiro emprego quanto para profissionais experientes.

 Glenda Kozlowski

Um dos destaques do primeiro dia foi a jornalista Glenda Kozlowski, apresentadora do Esporte Espetacular, na Globo. Muito simpática e acessível, ela conversou com o público e falou sobre suas experiências profissionais. “Oportunidades como a Feira Capital Estudante são fundamentais para que as pessoas possam conversar com profissionais da área e conhecer de perto o mercado de trabalho. Quanto mais você sabe sobre a profissão em que vai atuar, mais confiança e chance terá de ser um profissional de sucesso e realizado com sua escolha”, afirmou Glenda.

Leila

Outra convidada especial do evento foi Leila Barros, uma das principais jogadoras do Voleibol brasileiro e referência no esporte. Durante um bate-papo com os alunos, ela contou sobre sua história de superação e relatou suas conquistas, buscando motivar as pessoas a lutarem para realizar seus sonhos. Leila ainda ressaltou a importância de estudar, se qualificar e se dedicar, em qualquer fase da vida, para a conquista do sucesso profissional. “O Brasil requer muita mão-de-obra qualificada. Estamos muito atrás em relação a outros países devido à falta de profissionais especializados em diversos postos de trabalho. O início da transformação está aqui. Temos que incentivá-los a querer mais e a se tornarem excelência naquela profissão que eles escolherem”, destacou Leila.

O blog Edson Machado visitou o evento. Veja fotos de Ronaldo Silva:

Feira Capital Estudante 2 - foto ronaldo Silva

FCE3

FCE6

FCE 8

FCE4

FCE 11

Dad

FCE

Feira Capital Estudante 2

 

%d blogueiros gostam disto: