Paraná comemora 70 anos da Secretaria da Educação

O Paraná comemorou 70 anos da Secretaria de Estado da Educação. Em solenidade realizada no Salão de Atos do Palácio Iguaçu, em Curitiba, o governador Beto Richa enalteceu o papel do órgão na gestão da área, na formação dos paranaenses e no desenvolvimento do Paraná. Junto com a secretária da Educação, professora Ana Seres, e de ex-secretários da pasta, Richa deu início às comemorações pela data.

Entre os eventos, a inauguração do Centro de Documentação, Pesquisa e Informação Técnica (CDPIT). O espaço, localizado na sede na Secretaria, no bairro Vila Izabel, contém cerca de sete mil produções científicas que documentam parte da história da educação pública no Paraná. O centro terá como funções preservar e divulgar as produções científicas da pasta e também promover pesquisas educacionais junto à comunidade acadêmica.

Inep divulga notas máximas e mínimas do Enem 2016

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta quarta-feira (18) as notas máximas e mínimas dos candidatos que fizeram as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2016. Nesta edição do exame, o destaque foi o desempenho em matemática. A nota máxima obtida nessa área de conhecimento foi 991,5 pontos.

Em ciências da natureza, o desempenho máximo foi de 871,3, enquanto o mínimo foi de 316,5. A prova de linguagens e códigos registrou nota máxima de 846,4 e nota mínima de 287,5. Já a prova de ciências humanas teve como nota mais alta 859,1 e a mais baixa 317,4. Em matemática, o desempenho mínimo foi de 309,7 pontos.

O Enem 2016 teve um total de 8.630.306 inscritos e um índice de 28,9% de abstenções. Por conta de ocupações em locais de provas e problemas ocorridos na data oficial, o exame foi adiado para 277.622 candidatos. As provas da primeira aplicação aconteceram nos dias 5 e 6 de novembro; a segunda, nos dias 3 e 4 de dezembro. Leia mais.

Dia Mundial da Água

Antenada com os desafios atuais, a escola Le Petit Galois, em Brasília, trabalha este ano o tema Consumo consciente: formando uma nova geração. A ideia é discutir com os alunos temas importantes e sociais, como cidadania, reciclagem, responsabilidade ambiental e os cuidados com a natureza. E para comemorar o Dia Mundial da Água, 22 de março, os estudantes estão desenvolvendo diversas atividades e aprendendo como importantes atitudes do dia a dia podem colaborar com a preservação e economia desse bem natural. “É fundamental uma instituição de ensino discutir a importância da preservação da água, principalmente nos dias atuais, quando a escassez desse bem natural afeta muitas regiões do Brasil. Este cenário nos leva, como nunca, a desenvolver uma cultura do cuidado, pensada por seus famosos erres: reduzir, reusar, reciclar, respeitar e reflorestar”, destaca Eliane Perdigão, diretora pedagógica do Le Petit Galois.

Na sala de aula, o tema é discutido de forma séria, mas com olhar lúdico, estimulando ainda mais a aprendizagem do aluno. “É uma questão de cidadania, que deve ser cultivada sempre. Este ano, preocupamos não só em debater a importância da preservação da água, como também mostrar que algumas regiões do nosso país já estão sofrendo consequências do impacto ambiental. Assim, por meio da arte, literatura, cartazes, músicas… ensinamos como pequenas ações são fundamentais, como não jogar lixo nos rios e lagos, economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, etc) e divulgar ideias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas”, explica Maria Idiane, professora do 1º ano do Le Petit Galois.

A estudante Gabrielle Cicarini, de seis anos, aprovou a ideia de trabalhar o tema em grupo. “A água está acabando. Por isso, é muito importante poder trocar informações e aprender ainda mais sobre como contribuir para um futuro melhor”, disse a aluna.

Estudante é eleito um dos 30 jovens mais influentes do país

foto-2

O ex-bolsista do Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF), Caio Moreira Guimarães, foi eleito pela Revista Forbes um dos 30 jovens com menos de 30 anos mais influentes do país. Os selecionados revelam, segundo a publicação, iniciativa, criatividade e talento. O relatório é inspirado no “30 under 30”, realizado pela Forbes americana há 4 anos. Entre atrizes, cantores e jogadores de futebol, Caio aparece como representante científico da lista, ao lado de fundadores de startups de tecnologia.

O estudante foi premiado pela Universidade de Harvard e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) pelo desenvolvimento de uma “lanterna medicinal” portátil capaz de erradicar infecções provocadas por bactérias resistentes a antibióticos, usando apenas algumas frequências de luz.

Aluno de engenharia Elétrica da Escola Politécnica de Pernambuco (POLI/UPE), Caio foi selecionado pelo CsF e cursou dois semestres em Nova York, na Hofstra University. Lá, teve aulas de engenharia elétrica biomédica e, assim, conseguiu uma vaga para pesquisar em um dos laboratórios de maior prestígio no mundo, o Wellman Center for Photomedicine, em Boston.

Na lista da Forbes, estão ainda Chay Suede, Helena Bordon, Luan Santana, entre outros. Veja todos os nomes aqui.

Euro-Pós 2014: evento abre portas para brasileiros que desejam estudar na Europa

Hochschul-Shooting 2012

Quem procura uma oportunidade para o ensino superior e tem a Europa como destino poderá visitar a Euro-Pós, de 29 a 30 de novembro, no Centro de Eventos São Luiz, em São Paulo. O evento é uma feira de educação superior europeia, que acontece com grande sucesso em outros países da América Latina, como Colômbia, México, Chile e Venezuela e acontecerá pela segunda vez no Brasil.  Promovida pelas instituições de fomento ao ensino superior da França (Campus France), Alemanha (DAAD – Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico) e Holanda (Nuffic – Organização Neerlandesa para a Cooperação Internacional no Ensino Superior), a Euro-Pós contará com a participação de países como Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Reino Unido, Irlanda, Hungria, Suíça, Holanda, Alemanha e Itália. “Será uma oportunidade para que os estudantes interessados em cursos superiores na Europa conheçam mais sobre a instituição onde desejam estudar. Na última edição, realizada em 2011, tivemos um público de 6 mil participantes e este ano a expectativa é de 10 mil. Teremos aproximadamente 85 expositores entre universidades europeias e instituições oficiais de informação”, afirma Silvia Bauer, coordenadora de marketing do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico.

Na Holanda, segundo levantamento feito pelo Nuffic Neso Brazil em junho deste ano, existem no país mais de mil estudantes brasileiros e esse número cresce, em média, 20% ao ano. Na Alemanha são cerca de 4.500 e na França foram 3.800 estudantes em 2013. Os brasileiros que resolvem estudar na Europa encontram o continente de portas abertas e, prova disso, é a quantidade de bolsas de estudo que são oferecidas aos estudantes. São diversas possibilidades: somente na Holanda são mais de 2 mil cursos ministrados em inglês, 62 programas de bolsas de estudo, além de um programa de Ensino Superior. A vida acadêmica e social nesses países, o sistema educacional,  informações sobre vistos e média de gastos com custo de vida serão alguns dos temas discutidos no evento.

Euro-Pós 2014 – Feira de Educação Superior Europeia.

Data: 29 e 30 de novembro de 2014.

Horário: das 14h às 19h.

Local: Centro de Eventos São Luís (Rua Luis Coelho, 323) – São Paulo.

Entrada Gratuita.

Mais informações: http://www.europosbrasil.com

Feira Capital Estudante – O Seu Guia do Futuro

 

Feira Capital Estudante

A 3ª edição da “Feira Capital Estudante – O seu Guia do Futuro”, será realizada entre os dias 29 e 31 de outubro no Pátio Brasil Shopping, das 9h às 20h. Com o objetivo de estimular o aprendizado e o desenvolvimento dos estudantes, o evento disponibiliza diversas oportunidades de aprimoramento e planejamento profissional reunindo, em um só lugar, informações sobre graduação, pós-graduação, intercâmbio, cursos técnicos e de idiomas, concursos públicos e mercado de trabalho.

Para isso, a Feira Capital Estudante conta esse ano com 50 expositores entre instituições acadêmicas, cursos técnico-profissionalizantes, entidades governamentais financiadoras de estudos e projetos, entre outros. Empresas preparatórias para concursos públicos e vestibulares vão informar as oportunidades de ingresso nas carreiras públicas e as opções profissionais da atualidade – tanto para jovens que buscam o primeiro emprego quanto para profissionais experientes. A UnB também estará fortemente presente, com um stand de 96m com destaque para as atividades desenvolvidas nos Campus de Planaltina, Ceilândia e Gama. A expectativa é que cerca de 20 mil pessoas passem pelo local.

Desta vez, os 3.000m² na varanda externa do Pátio Brasil Shopping foram delimitadas em áreas segmentadas, o que permite debater os assuntos tematicamente. O “Espaço do Futuro”, por exemplo, contará com iniciativas do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), Instituto Euvaldo Lodi (IEL), dentre outros, desenvolvendo ações para abordar temas relativos ao mercado de trabalho.

Feira Capital Estudante..O “Salão do Intercâmbio” abordará programas de bolsas de estudos internacionais, intercâmbios e programas de voluntariado em várias partes do mundo, com a presença de diversas embaixadas, esclarecendo os estudantes e demais visitantes sobre assuntos como vistos, hospedagem, seguro saúde, câmbio e carteira de estudante. Tudo para tornar o estudo no exterior ainda mais proveitoso. Representantes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) ainda ministrarão palestras sobre o projeto Ciência sem Fronteiras. A iniciativa busca fortalecer a Educação, principalmente na área de ciência e tecnologia. O “Espaço do Saber” oferecerá atividades técnicas interativas, oficinas, mesas-redondas e ofertas de qualificação, visando atender as demandas dos setores da indústria, comércio, serviços e agronegócio, que enfrentam sérios problemas de falta de mão de obra qualificada.

Arena do Conhecimento

Uma das principais áreas do evento, na Arena do Conhecimento serão realizados simulados, oficinas, palestras, cursos e aulões com dicas para o PAS, concursos públicos e vestibulares. Também será montado um QG do ENEM, disponível para todos os estudantes presentes esclarecerem as suas dúvidas sobre o teste. Além disso, todos os dias, o evento recebe um convidado especial para a palestra de encerramento das atividades diárias. Quarta-feira, 29/10, a jornalista Glenda Kozlowski relata sua trajetória de sucesso, de campeã de bodyboarding a apresentadora de TV. Quinta-feira, 30/10, será a vez da atleta Leila Barros expor suas experiências no voleibol e o trabalho social com o projeto Amigos do Vôlei. Quem fecha a programação, sexta-feira, 31/10, é Cícero Pereira Batista, o ex-catador de lixo que por conta da sua perseverança e das oportunidades de estudo conseguiu se formar em medicina.

 

Serviço: Feira Capital Estudante – O Seu Guia do Futuro
Data: 29 a 31 de outubro (quarta a sexta), das 9 às 20 horas
Local: Pátio Brasil Shopping (W3 sul)
Informações: http://www.capitalestudante.com.br
Entrada franca
Classificação livre.

Estudantes participam do IESB Aberto

O Centro Universitário IESB realizou, nos dias 8 e 9 de outubro, a 11ª edição do IESB Aberto. O evento é um circuito acadêmico no qual estudantes do ensino médio e pré-vestibulandos conhecem os pontos principais dos cursos oferecidos pela instituição, suas atividades e os desafios do dia-a-dia. “A proposta é mostrar a diversidade de profissões disponíveis no mercado de trabalho para ajudar o aluno na escolha de uma carreira, possibilitando que o estudante vivencie na prática experiência em várias áreas”, explicou Gidel Deungaro, superintendente de Marketing do IESB.

Nesta edição, participaram mais de 40 cursos de graduação, como Administração, Direito e Engenharia, além dos cursos tecnólogos, como Design de Interiores, Design de Moda, Fotografia e Jogos Digitais.

Durante dois dias, o IESB Aberto recebeu aproximadamente seis mil alunos, entre mais de 60 instituições de ensino, públicas e privadas, do Distrito Federal. O evento contou com uma vasta programação educacional com mais de 80 oficinas, como elaboração de pães saborizados, jornalismo voltado para rádio e redes sociais, criação de personagens, robótica, audiovisual, fotografia, maquiagem de cinema, entre outras.

O blog Edson Machado visitou o evento, veja fotos:


DSC00409 DSC00411 DSC00419 DSC00424 DSC00427 DSC00428 DSC00430 DSC00432 DSC00434 DSC00438 DSC00442 DSC00444 DSC00451 DSC00453 DSC00454 DSC00456 DSC00458

 

Inscrições para vagas do Inglês sem Fronteiras

A partir das 12h do dia 2 de setembro, começam as inscrições, exclusivamente na internet, para as 6.045 vagas do Programa Inglês sem Fronteiras. O prazo termina às 12h do dia 11 de setembro. Os cursos presenciais de língua inglesa serão ministrados em universidades federais credenciadas como núcleos de línguas e terão prioridade os estudantes que podem participar do Programa Ciência sem Fronteiras.

A inscrição será confirmada por e-mail a partir do dia 18 de setembro. As aulas começam no dia 22 de setembro. A carga horária presencial é quatro aulas de uma hora, distribuídas em pelo menos dois encontros semanais, em locais e horários definidos pela universidade credenciada. Não há cobrança de taxa de inscrição, mas o candidato classificado deverá adquirir o material didático.

Durante o período de inscrição, o candidato poderá alterar as suas opções, bem como efetuar o cancelamento. A classificação no processo seletivo será feita com base na última alteração realizada.

De acordo com edital publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União, podem se inscrever no processo seletivo estudantes que atendam cumulativamente aos seguintes critérios: ser aluno de graduação, mestrado ou doutorado, com matrículas ativas nas universidades federais credenciadas como Núcleo de Línguas (NucLi); participantes e ativos no curso My English Online, cujas inscrições tenham sido validadas com até 48 horas de antecedência à inscrição no NucLi; e alunos que tenham concluído até 90% do total de créditos da carga horária de seu curso.

Para efeito de classificação, terão prioridade os candidatos que sejam alunos de graduação de cursos elegíveis ao Programa Ciência sem Fronteiras, que tenham concluído até 80% da carga horária total do curso, que tenham feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 com média igual ou superior a 600 pontos, incluindo a redação. Outros critérios de prioridade são o maior índice de rendimento acadêmico e ser bolsista ou ex-bolsista do Programa Jovens Talentos para a Ciência de qualquer curso de graduação.

O Programa Inglês sem Fronteiras tem o objetivo de melhorar a proficiência dos estudantes brasileiros na língua.

Fonte: Agência Brasil.

%d blogueiros gostam disto: