Alunos do Galois encenam espetáculo com obras do PAS

GALOIS_PASSAGEIRO

Várias horas de estudo, um conteúdo imenso, o difícil momento de escolher a profissão… Entrar em uma universidade pesa muito nos ombros de vários alunos do Ensino Médio. Para ajudar a extravasar a tensão, mas sem perder o foco no pedagógico, o colégio Galois montou PASsageiro, o Musical, que reúne obras selecionadas pelo Programa de Avaliação Seriada da Universidade de Brasília (PAS/UnB), subprogramas 2014, 2015 e 2016. Ao todo, 50 estudantes da instituição transformaram-se em atores, cantores e dançarinos deste drama, idealizado pela professora de Música Liège Pinheiro e de autoria de Camilla Yoshico Shimabuko Osiro, professora de Literatura. O espetáculo desvenda questões existenciais sem deixar de abordar temas atuais e significativos – sustentabilidade, preconceito, relacionamentos e política -, e provoca uma reflexão sobre a situação do mundo em que vivemos. “A realização de trabalhos artísticos de qualidade, com participação ativa dos alunos, é uma iniciativa de caráter transdisciplinar, com valiosa participação dos professores da escola, os quais contribuem com assuntos e temáticas pertinentes às várias disciplinas e auxiliam na realização do evento. Vale ressaltar que o diálogo com outras áreas do conhecimento constitui uma rica aprendizagem, permitindo conhecer variadas manifestações culturais por meio da prática”, explica Liège.

O espetáculo foi dividido em três atos. No primeiro são utilizados escritores como Machado de Assis, Gregório de Matos, Tomás Antônio Gonzaga, Sófocles. O personagem Nicolau faz referência a Nicolau Maquiavel, mais especificamente à sua consagrada obra “O Príncipe”. Peri foi transportado de “O Guarani”, de José de Alencar, e Lia é uma homenagem à figura homônima de obra “As Meninas”, de Lygia Fagundes Telles. A obra da autora, embora não seja cobrada como parte das leituras requeridas pelo PAS, é muito pertinente ao conteúdo do Ensino Médio, especialmente por se tratar da autora indicada ao Prêmio Nobel de Literatura do ano de 2016. Bem como as músicas “Oh Fortuna”, da ópera Carmina Burana de Carl Off, “Aquela Mulher”, de Chico Buarque, “Eleanor Rigby”, dos Beatles, “3ª do Plural”, dos Engenheiros do Hawaii; “Bachianas Brasileiras” nº4 – Ária, de Heitor Villa-Lobos e a abertura da ópera “O Guarani”, de Carlos Gomes.

No 2º ato, entram Clarice Lispector, Graciliano Ramos, Rachel de Queiroz, Augusto dos Anjos, Aluísio Azevedo, Manoel de Barros e Elisa Lucinda. E canções como “Vida Loka – parte 2”, dos Racionais MC’s; “Triste Partida”, de Patativa do Assaré; “Beijinho no Ombro”, de Valesca Popozuda; “Camaro Amarelo”, de Munhoz e Mariano; “Oração”, da Banda mais Bonita da Cidade; “Nega Maluca”, de Linda Batista e “Billie Jean”, de Michael Jackson. Também há uma referência ao livro “Lucíola”, de José de Alencar, que apesar de não estar no programa do PAS é um dos grandes clássicos da Literatura Brasileira. Já no 3º ato, surgem Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Cecília Meireles e Guimarães Rosa, inseridos dentro do contexto literário do canto IV do poema “I-Juca Pirama”, de Gonçalves Dias; e das músicas “Monólogo ao Pé do Ouvido/Banditismo por uma Questão de Classe”, de Chico Science & Nação Zumbi; “Pelo Tempo que Durar”, de Marisa Monte; “Tempo Perdido”, do Legião Urbana; “Beat it”, de Michael Jackson; “O Sal da Terra”, de Beto Guedes, além da trilha sonora de Trevor Jones e Randy Edelman do filme “O último dos moicanos”. Essas músicas foram incorporadas ao musical por estarem em perfeita sintonia com a proposta não só do enredo, mas das obras do PAS, de maneira geral. “Foi bastante diversificada a maneira como as várias obras musicais foram incorporadas à peça. Em alguns casos, ocorreu uma referência à parte do enredo ou ao personagem de alguma obra; em outros, foi feita alguma alusão à essência da obra em questão; e houve ainda casos em que a obra foi representada de modo inteiramente fiel ao que ela significa. O importante é que, de um jeito ou de outro, tudo isso foi aplicado dentro do roteiro deste musical, buscando-se valorizar o que um aluno de Ensino Médio estuda em sala de aula”, ressaltou Camila Osiro.

Mais do que auxiliar o aluno que deseja se preparar para a prova do PAS, o objetivo da peça é oferecer a experiência de entrar em contato com o que ele estuda em seu Ensino Médio de forma mais lúdica, envolvente. Tanto assim, que muitos dos integrantes do espetáculo musical se apaixonaram por autores e obras que conheciam apenas superficialmente. É o caso de Júlia Enéias, do 3º ano, a intérprete de Lygia, que se descobriu enredada pela literatura de Gregório de Matos. “Aqui tive mais contato com o homem Gregório. Decidi conhecer mais sua bibliografia e fiquei impressionada com sua visão crítica, sua capacidade de satirizar políticos, comerciantes, clero, colonizadores e até mesmo o povo”, ressaltou Júlia. Rodrigo Nery, aluno do 2º ano, mergulhou no universo de Carlos Drummond de Andrade. “A gente acaba se interessando pelas características demonstradas por cada escritor. Os versos livres do modernista Drummond me instigaram e me apresentaram uma nova maneira de ler e entender esse poeta”, completou Rodrigo.

PASsageiro, o Musical estará em cartaz dia 03/09/16, às 19 horas, no Teatro Unip, na 913 sul. Entre os convidados para essa apresentação estarão os alunos da Escola Pública de Sobradinho 2, que terão a oportunidade de compreender que o conteúdo do PAS visto em sala pode se mostrar em situações bastante distintas e que seu aprendizado é muito vasto. Gostou da ideia? Você também poderá assistir o musical gratuito. O Colégio Galois colocou 50 lugares disponíveis à comunidade. Para garantir seu convite gratuito, entre em contato com o Galois pelo telefone (61) 3252-2000 e retire seu ingresso limitado na recepção do colégio até o dia 1º de setembro. “Sinto que estamos cumprindo nossa missão como professores: propiciar o desenvolvimento conjunto de habilidades e competências como, por exemplo, a capacidade de contextualizar conhecimentos e saberes escolares nas dimensões cultural e social e compreender as linguagens como veículos de comunicação e expressão, respeitando as diferentes manifestações culturais”, conclui Camila.

PASSAGEIRO, O MUSICAL

Data: 03/09/16

Horário: 19h

Local: Teatro Unip, na 913 sul.

Ingressos gratuitos e limitados pelo telefone (61) 3252-2000 – Colégio Galois

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: