Dicas para fazer um curso EAD

Os cursos de Educação a Distância (EaD) têm ganhado cada vez mais espaço no sistema educacional brasileiro. De acordo com o Censo EAD.BR 2013, hoje são 309 instituições em todo o país respondendo por mais de 15 mil cursos e quase quatro milhões de alunos. Para despertar a atenção dos estudantes é preciso desenvolver cada vez mais os recursos tecnológicos e inovações para que haja um aprendizado significativo e engajamento dos alunos. Foi com esse objetivo, que aconteceu em São Paulo a V Jornada de Educação a Distância: o Futuro da Arte. O evento, realizado na Universidade Anhembi Morumbi, destacou as novidades do EaD e apresentou temas importantes sobre esta modalidade de ensino, como modelos pedagógicos, mobile learning, simuladores e educação musical a distância.

O blog Edson Machado conversou com o Dr. João Mattar, coordenador do evento.

Como o senhor vê a EaD no Brasil?

A Educação a Distância no Brasil tem algumas características peculiares. Por exemplo, um curso presencial que oferece mais de 20% das disciplinas a distância é considerado um curso a distância. Mesmo que, por exemplo, 65% da carga horária seja presencial. Essa é uma característica da EaD no nosso país, onde quase todo aluno de um curso presencial, hoje, cursa algumas disciplinas a distância. Além disso, se de um lado temos ainda um problema de internet com cobertura irregular no país, o que prejudica a educação online, do outro lado temos uma comunidade muito ativa e que se encontra em eventos, como os organizados pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), que nos coloca em uma posição de destaque no mundo.

Quais são os principais problemas e como vencer os obstáculos?

Um dos problemas é a questão da Internet. Temos que superar isso como país, não apenas por causa da educação. Outro problema, que não é um privilégio nosso, é a necessidade de uma formação continuada de professores, que acompanhe também as inovações nas tecnologias. Uma forma de enfrentá-lo é uma parceria entre os setores públicos e privados para a oferta de mais alternativas de formação.

O que um aluno deve ter em mente quando escolhe fazer um curso de EaD?

Ele precisa checar o modelo de curso. Educação a Distância é uma expressão que corresponde a uma modalidade de educação, em que os professores e alunos não estão presentes no mesmo local. Mas isso não significa que todos os cursos são iguais. Então, o aluno deve checar, dentre outras variáveis: se ele estudará sozinho ou se é um curso interativo e colaborativo em que ele realizará atividades com os colegas, mesmo a distância; a quantidade de encontros presenciais, porque há alunos que gostam e precisam mais das atividades presenciais, enquanto outros preferem estudar o máximo possível a distância; como são realizadas as avaliações etc. Já que o aluno terá que fazer, de qualquer maneira, algumas atividades presenciais, então ele precisa observar onde elas ocorrerão e se ele terá condições de frequentá-las, caso contrário não será aprovado. E também deve analisar quem são os professores, se o curso é reconhecido ou autorizado pelo Ministério da Educação (MEC), se a instituição tem credibilidade etc.

Quais as dicas para realizar um curso de EaD de sucesso?

O aluno precisa se organizar para estudar a distância. Ele não tem os estímulos para manter o pique que tem nos encontros presenciais. Então, ele precisa programar seu estudo. Às vezes o aluno vai deixando para depois, e quando vê, não consegue mais recuperar e fazer todas as atividades. É preciso estudar com organização.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: