II Bienal do Livro e da Leitura

1397517391

Até o dia 21 de abril, Brasília sediará a II Bienal Brasil do Livro e Leitura, na esplanada dos Ministérios. Serão mais de 10 dias de debates, seminários, oficinas, lançamentos, leituras dramáticas… O evento é importante para fazer uma avaliação do quadro de leitores no país. De acordo com os resultados da 3ª edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil – feita pelo Instituto Pró-Livro (IPL) e pelo Instituto Ibope Inteligência a cada quatro anos – o brasileiro lê em média quatro livros por ano, entre literatura, contos, romances, livros religiosos e didáticos e 75% da população nunca frequentou uma biblioteca na vida.

O estudo revela ainda que o Brasil possui em média 88,2 milhões de leitores, sendo 53% mulheres e 43% homens. No contexto dos incentivadores à leitura, os professores estão em primeiro lugar na lista dos principais influenciadores, com 45% e as mães aparecem em segundo lugar, com 43%. Segundo Rafael Riemma, coordenador de Português do Colégio Galois, incentivar as crianças e jovens a ler é um desafio que tem várias formas de ser vencido. “Os livros devem ser interessantes, mas o fundamental é que os pais deem o exemplo e ajudem a escola na tarefa de transformar a leitura em prazer”, afirma Riemma. Ainda segundo a pesquisa, dar um livro de presente, por exemplo, influência no gosto da leitura em cerca de 90%. “A leitura é fundamental para o desenvolvimento educacional da criança. É por meio dela que se desenvolve a memorização, o raciocínio, a imaginação, sem falar que ela é a matéria-prima para a escrita”, garante Riemma.

O trabalho do Instituto-Pró Livro mostrou ainda que 13% dos pesquisados atribuem a problemas de vista a incapacidade de ler um livro. A dificuldade visual pode ser uma das grandes barreiras para a leitura, pois pode fazer com que a pessoa leia mais devagar, o que prejudica a compreensão do texto, consequentemente o prazer de entender a história e, com isso, o leitor se dispersa do assunto e perde a paciência para terminar o livro. Ler devagar, impaciência para terminar as frases, falta de concentração, incompreensão do texto representam 67% dos motivos alegados pelos entrevistados para dispensar um livro.

O Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB) está presente na II Bienal Brasil do Livro e da Leitura para fazer pré-exames, tirar dúvidas sobre os cuidados com os olhos e ainda orientar sobre a prevenção de doenças oftalmológicas. Tudo gratuito! “Cansaço e dores de cabeça podem ser sintomas de problemas de vista. Por isso, é importante ficar atento ao comportamento da criança. Se ela demora muito em uma mesma página, se não entende o que está lendo ou se aproxima muito o livro do rosto… Estes podem ser indicativos de dificuldade visual. Nesse caso, só um especialista pode diagnosticar corretamente o caso”, explica o dr. Canrobert Oliveira, presidente e fundador do HOB. O oftalmologista dá dicas para tornar a leitura ainda mais saudável e agradável. “Nada de ler em um ambiente mal iluminado, pois isso pode provocar cansaço dos olhos. O ideal é ter iluminação apropriada, direcionada para o livro isso vai tornar a leitura mais fácil e prazerosa”, conclui.

Veja o que já rolou no evento:

1397403243

Homenagem ao escritor Eduardo Galeano/foto Oswaldo Reis

1397518690

Seminário Brasil, América Latina e África/foto: João Batista

1397332358

Espetáculo Crianceiras

1397666310

 

Homenagem ao escritor Ariano Suassuna/foto: João Batista

Programação completa no site: www.bienalbrasildolivro.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: