Professor estrangeiro pode?

Por Edson Machado

Sim, pode.  Pena que perdemos a prática de recrutar mestres estrangeiros para o corpo docente de nossas melhores universidades. Nos anos 50 e 60 chegamos a ter um escritório na Europa com o objetivo de identificar e recrutar possíveis candidatos. O governo então concedia facilidades para a entrada e instalação de novos intelectuais imigrantes. Antes disso, a Universidade de São Paulo (USP) já tinha uma experiência exitosa recrutando nos anos 30 mestres franceses e italianos que ajudaram a implantar a universidade criada em 1934. Nos anos 70 e 80, poucas universidades públicas andaram se arriscando a um movimento semelhante. A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por exemplo, contratou um bom número de indianos que obtiveram seus doutorados na Inglaterra. Já a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade de Brasília (UnB) tiveram experiências diferentes: atraíram e recambiaram cientistas brasileiros que estavam fixados no exterior.

O “Ciência sem Fronteiras” está criando uma ótima abertura para uma nova investida brasileira nesse campo. Na realidade, a ideia é fomentar o intercâmbio, isto é, “estrangeiros para cá e brasileiros para lá”! Nestes tempos, quando nossas universidades já formam um número razoável de mestres e doutores, essa “troca” faz muito sentido. O ilustre professor Roberto Meneghini, em artigo recente na “Folha de São Paulo”, argumentou com muita propriedade sobre a importância de o Brasil marcar presença num processo mais intenso de intercâmbio de pesquisadores/docentes.

Anúncios

3 Responses to Professor estrangeiro pode?

  1. Edson Machado , meu noivo é Sueco e residirá no Brasil , ele tem mestrado pela Universidade de Estocolmo ,contudo não sei como ajudá lo a obter informações dos processo seletivo para professor estrangeiro, pois li alguns editais ,porém não os compreendi ,poderia me informa se há um processo especifico para professor estrangeiro em universidade federais ou apenas concurso publico ao ler ser blog fiquei com N dúvidas.

  2. Edson Machado , meu noivo é Sueco e residirá no Brasil , ele tem mestrado pela Universidade de Estocolmo ,contudo não sei como ajudá lo a obter informações dos processos seletivos para professores estrangeiro, pois li alguns editais ,porém não os compreendi ,poderia me informa se há um processo especifico para professors estrangeiros em universidade federais ou apenas concursos publicos ao ler ser blog fiquei com N dúvidas

  3. Gabriel says:

    Acredito que tudo que venha para somar, é bem vindo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: