IDEB confirma o que já sabíamos: o péssimo desempenho da educação brasileira

Por Edson Machado

Na semana passada o Ministério da Educação divulgou os resultados da Prova Brasil e o correspondente Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que demonstram o desempenho pífio do nosso sistema educacional no ensino básico, especialmente do ensino médio. O Ministro da Educação logo diagnosticou a causa: o currículo do ensino médio é enciclopédico, é preciso reduzir o número de disciplinas que o aluno deve atender. Esse diagnóstico e o remédio já são conhecidos há muito tempo, mas a terapia nunca foi aplicada, ao contrário não faz muito tempo o governo mandou ampliar o currículo, com o acréscimo de duas disciplinas: sociologia e filosofia. Uma dimensão profissionalizante no ensino médio também vem sendo discutida há muito tempo, com seguidas reformas da lei básica do ensino.

A sugestão do ministro Mercadante poderá significar apenas um ajuntamento das disciplinas tradicionais. É claro que Ciências Exatas não é a mesma coisa que matemática + física + química. Também é claro que para ensinar uma coisa chamada Ciências Exatas não se pode justapor os três professores das disciplinas tradicionais, precisa-se de um novo professor. Onde buscá-lo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: