Pesquisadores querem transformar sonhos em projetos inovadores

Seis universidades brasileiras, incluindo a UnB, estão envolvidas em um projeto chamado Dream:in, em parceria com a nova-iorquina Parsons The New School of Design e o escritório de design indiano Idiom. A ideia é coletar sonhos e, inspirados neles,  identificar oportunidades de inovação, negócios empreendedores e políticas públicas para beneficiar o desenvolvimento de cada país.

Conheça o projeto

Na primeira etapa, chamada “Jornada” ou “Sonhar”, os estudantes coletaram sonhos de entrevistados em uma espécie de pesquisa etnográfica, filmando os depoimentos de pessoas de todas as idades, profissões e camadas sociais. Depois, os estudantes passam pela fase “Conclave”, e por último pela etapa “Realize”, onde vão reunir o material coletado nas fases anteriores para consolidar os resultados do estudo em encontro com os especialistas brasileiros envolvidos no projeto. Depois de avaliar várias ideias, será feita uma plataforma de divulgação  para que as empresas e os interessados em patrocinar as inovações  possam ter acesso. Site oficial do projeto.

O projeto piloto foi realizado em Bangalore, na Índia, em 2011, e foi liderado pela designer indiana Sonia Manchanda e pelo  professor brasileiro José Carlos Teixeira, da Parsons The New School of  Design. No projeto piloto, 101 estudantes percorreram um total de 25 mil quilômetros, coletando mais de três  mil sonhos. Com isso, os estudantes indianos concluíram a primeira  etapa do projeto chamada de Jornada. Na Índia, as três etapas já foram  concluídas com sucesso.

Assista o vídeo sobre o DREAM:IN Índia:

O DREAM:IN chegou ao Brasil este ano. Além da UnB, participam a Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM-SP) e Unisinos, do Rio Grande do Sul. Só no Brasil, o projeto envolve cerca de 200 estudantes e 15 professores, que, desde março, estão em campo.

O projeto é liderado no Brasil pelo Instituto Vivarta, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que tem como missão promover o desenvolvimento humano sustentável dentro do universo sociocultural brasileiro. A ambição dos participantes do projeto é ter, nos próximos anos, no mínimo uma universidade de cada estado participando. Saiba mais no site oficial do projeto no Brasil.

Fonte: Agência UnB/Foto: Emília Silberstein

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: