Pós-graduação pela internet

Fazer uma pós-graduação é essencial para quem quer se qualificar e conquistar uma boa vaga no mercado de trabalho. As instituições de ensino superior estão se adequando cada vez mais às exigências de mercado para poder atender a busca dos estudantes por esse nível de ensino. Entre as mudanças e adaptações feitas pelas faculdades está o modelo de ensino a distância. É possível fazer uma graduação e até mesmo pós-graduação sem sair de casa ou do trabalho.

 
A professora Amélia Regina (primeira à direita) diz que as obrigações e os deveres dos estudantes do ensino a distância são os mesmos dos da educação presencial

A professora Amélia Regina (primeira à direita) diz que as obrigações e os deveres dos estudantes do ensino a distância são os mesmos dos da educação presencial/Foto: Gilda Diniz. Fonte: Mais Comunidade.

Esse modelo de educação chegou como alternativa para aqueles que não dispõem, principalmente, de tempo para frequentar aulas presenciais. Os que já têm formação de nível superior também dispõem de cursos de pós-graduação lato sensu – especialização. No caso dos que já atuam no mercado de trabalho e procuram ampliar conhecimentos e se especializar em alguma área, a pós-graduação a distância é uma ótima pedida. Algumas instituições de ensino superior já disponibilizam diversos cursos de especialização nesse modelo de ensino. E para entender melhor à clientela, as aulas são ministradas com o auxílio de tutores que tiram dúvidas on-line, abrem fóruns para discussões e ajudam com as atividades propostas pelo currículo do curso. As aulas podem ser assistidas de qualquer computador que tenha conexão com a internet e a carga horária é a mesma para todos os cursos de pós-graduação: 360 horas no total.

 

Amélia Regina Alves, coordenadora de curso de pós-graduação a distância do IESB, fala sobre esse novo modelo de educação e das vantagens de investir nesses cursos. A proposta desse ensino segue as especificações e a recomendação do MEC, observa a coordenadora. A proposta é a mesma dos cursos superiores presenciais. Ela destaca a importância de a universidade ir em busca de profissionais qualificados para ministrar os cursos, no caso os tutores. A exigência da qualificação desses profissionais é a mesma para professores do ensino presencial e os profissionais responsáveis para atuar nesse âmbito são na maioria mestres e doutores com formação stricto sensu, mas existem os especialistas que completam o quadro, mesmo em menor quantidade.

 

A coordenadora acrescenta que as obrigações e deveres dos estudantes são os mesmos do ensino presencial. O nível de comprometimento exigido pelos dois tipos de curso é o mesmo. Com relação ao ritmo de estudo, Amélia aponta uma diferença. “No ensino a distância o ritmo de estudo é mais individualizado, ao contrário do presencial, que conta com um professor em sala de aula. Mas ambas as modalidades são extremamente ricas e o ensino a distância vem para atender a uma expectativa do Estado brasileiro e da sociedade de universalização de conhecimentos específicos, de modo que as pessoas se ajustem às exigências do mercado de trabalho”, defende Amélia.

Clique aqui e veja as vantagens da pós-graduação a distância.

Leia matéria completa no Mais Comunidade 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: